Cacau, um alimento funcional

O cacau é a matéria-prima base do chocolate. Para a fabricação do chocolate utiliza-se sua semente, a qual é composta de 40-50% de gordura, sendo 35% monoinsaturada, 60% saturada e 3% de ácido linoléico. Ainda, possui polifenóis, os quais representam 10% da semente. Além disso, o chocolate é fonte de micronutrientes, como o potássio, zinco, selênio, magnético e vitamina E. Não obstante, o cacau é fonte de ácidos graxos, sendo que a manteiga  possui em sua composição 33% de ácido oleico e 33% de ácido esteárico.

Encontra-se nos chocolates compostos por mais de 70% de cacau, uma rica fonte de compostos fenólicos, os quais possuem ação antioxidante,anti-inflamatória, proteção cardiovascular, inibição da oxidação do LDL colesterol e a consequente formação de placas de gordura nos vasos sanguíneos.

Um estudo demonstro que o conteúdo de compostos fenólicos e capacidade antioxidante do cacau são superiores quando comparados com chá verde, chá preto e vinho tinto.

Entretanto, precisamos ter cuidado na hora de escolher o chocolate. Nos chocolates ao leite são adicionados leite em pó ou leite condensado, além de açúcares, nos quais o cacau representa 30% da composição. Já nos chocolates meio amargos, há apenas 40% de cacau. Os chocolates ditos “brancos”não possuem cacau em sua composição, apenas a manteiga de cacau, adicionada de açúcar e leite. Desse modo, para obter os benefícios do cacau, é necessário que o consumo seja de chocolates que possuem no mínimo 70% de cacau em sua composição.

Portanto, recomenda-se o consumo de chocolates com alta concentração de cacau para a obtenção de seus benefícios, como os chocolates com alta concentração de cacau (70% ou mais), cacau em pó sem açúcar ou nibs de cacau. Ressalta-se que o consumo de chocolates ao leite, meio amargo podem trazer mais malefícios que benefícios, haja vista possuir em sua composição grandes quantidades de açúcar e gordura saturada adicionada.

Chocolates de boa qualidade podem ser encontrados nos melhores supermercados, lojas de produtos naturais e orgânicos, mercado municipal e até em lojas de suplementos.

Para saber o quanto de chocolate você pode consumir, consulte um nutricionista. Somente este profissional poderá determinar a quantidade deste alimento que seu corpo necessita!

 

Fontes:

  • SEIXAS, Daniela. “Compostos Bioativos dos Alimentos”.
  • LEE, Ki Won. KIM, Young Jun. LEE, Hyong Joo. LEE, Chang Young. Cocoa Has More Phenolic Phytochemicals and a Higher Antioxidant Capacity than Teas and Red Wine. Disponível em: <http://clalit20plus.co.il/NR/rdonlyres/0E352AC4-D1A9-481F-A31A-BB4491DD6017/0/journal_of_agricultural_and_food_chemistry_2003_51_7292_7295.pdf>.

Write a Reply or Comment

Your email address will not be published.