Vitamina D

A vitamina D é um hormônio esteroide, cuja principal função consiste na regulação da homeostase do cálcio, formação e reabsorção óssea, através da sua interação com as paratireoides, os rins e os intestinos.

A principal fonte da vitamina D é representada pela formação endógena nos tecidos cutâneos após a exposição à radiação ultravioleta. Outra fonte e menos eficaz de vitamina D é a dieta, responsável por apenas 20% das necessidades corporais.

Estudos recentes sugerem que a concentração ideal de vitamina D no sangue seja de 50 a 80 nmol/L, enquanto outros sugerem valores entre 75 e 125 nmol/L. A deficiência pode ser definida como concentração sérica inferior a 32 ng/mL (80 nmol/L).

Apesar de o nível ideal de vitamina D necessário para garantir o bom funcionamento do sistema imunológico ainda não estar definido, sabe-se que a vitamina D desempenha um papel importante no sistema imunológico. De forma geral, o efeito da vitamina D no sistema imunológico se traduz em aumento da imunidade inata associado a uma regulação multifacetada da imunidade adquirida. Estudos sugerem que a vitamina D atua na prevenção e tratamento das doenças imunes. Baixos níveis sérios de vitamina D podem estar relacionados com diminuição da capacidade física e aparecimento de doenças crônicas como Diabetes, Lúpus, inflamação do Intestino.

Assim, evidências sugerem que a deficiência de vitamina D pode ter um papel importante na regulação do sistema imunológico e na prevenção das doenças imunomediadas. Desse modo, faz-se necessária a exposição solar de pelo menos 15 minutos, e para quem vive em lugares com baixa intensidade solar, pode ser realizada a suplementação, a qual deve ser indicada por um médico ou nutricionista de acordo com cada indivíduo.

Benefícios da vitamina D:

  • Prevenção e tratamento de câncer de cólon, reto e mama;
  • Proteção contra doenças infecciosas, demência, osteoporose;
  • Reduz o risco de AVC ou a probabilidade de ficar permanentemente inábil após AVC;
  • Melhora a função cardíaca em pacientes com insuficiência cardíaca crônica;
  • Atua como terapia complementar para hipertensão;
  • Reduz a fadiga muscular;
  • Atua na imunidade;
  • Reduz os processos inflamatórios, auxiliando no emagrecimento;
  • Melhora o metabolismo da glicose e lipídeos, prevenindo complicações

Fontes alimentares:

  • Peixes: salmão, arenque, sardinha;
  • Ovos;
  • Vísceras: fígado de galinha;
  • Óleo de bacalhau;
  • Ostras cruas.

 

Fontes:

BARRAL, BARROS e ARAUJO. Vitamina D: Uma abordagem molecular. Disponível em: <http://www.cookie.com.br/site/wp-content/uploads/2014/11/vitamina-D.pdf> .

MARQUES et al. A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes. Disponível em: <http://www.declareamoraoseucorpo.com.br/wp-content/uploads/2012/07/estudo12.pdf>.

Write a Reply or Comment

Your email address will not be published.